Domingo, 6 de Janeiro de 2008

Algumas reflexões para 2008 - 1

1. Os dramas de D. José Policarpo

O Cardeal Patriarca, lançou um repto, durante a sua homilia de Natal, ao fim dos "ateísmos" nas suas diversas formas, por serem causa "de todos os dramas do mundo". Gostaria de perguntar a sua eminência se Bin Laden é ateu, tal como Al-Zarkawi, o Mullah Omar e o seu regime talibã, Moqtada Al-Sadr e já agora G. W. Bush, um indivíduo que disse ao antigo Papa ter sido incumbido por Deus de acabar com o mal na Terra. Já agora aproveito para lhe perguntar quantas guerras foram iniciadas e travadas, quantos foram queimados na fogueira e quantos aviões se fizeram explodir contra edifícios em nome do ateísmo. Aliás, o mundo inteiro espera pelo desfecho da luta sobre a palestina, essa terra de ateus. Estou também curioso por saber o que pensa este senhor sobre ter mais quarenta anos de esperança de vida em vida em relação à Idade Média graças ao trabalho dos ignóbeis ateus e agnósticos que passaram os últimos séculos a investigar sobre Biologia, Medicina e Ciência em geral.


2. O francesismo de Sarkozy

O presidente francês confirma que é um perfeito francês: é um playboy, arranjou uma nova namoradinha boazona e é cobarde. O cancelamento do Lisboa-Dakar é um exemplo chapado de mais um feito dos tipos para quem as únicas vitórias militares relevantes foram levadas a cabo por um corso.


3. O nosso governo e afins

Terminou mais uma sessão de auto-propaganda do nosso governo, representado pela pessoa do ministro das finanças, Teixeira dos Santos. Irrelevante. Aparentemente, Paulinho das Feiras já comentou.  Mal posso esperar pelo que o feirante vendedor de camisolas de contrafacção que é o novo líder do nosso maior partido da oposição tem para dizer. Ou então, não.


4. De Cigarros e outros crimes

Enquanto escrevo isto fumo um cigarro. Este blogue não tem mais de cem metros quadrados de área nem sistema de extracção de fumos. Que será de mim se a ASAE descobrir? Numa época em que se pretende instalar o puritanismo de hábitos e a higiene moral tenho uma data de pecados a confessar, perdoe-me M.A.I. por que pequei: fumo, gosto da minha cervejinha e de futebol, do tremoço, de comida gordurosa, ponho açúcar no café, gosto de ver mulheres nuas e até já contei anedotas sexistas, racistas e homofóbicas. De dizer mal do governo e dos políticos nem se fala.


publicado por Harpad às 19:06
link do post | comentar | favorito

.Mas, afinal, quem é esta besta?

.Contactar o provedor



.Pesquisar

 

.Setembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.Tópicos recentes

. a grande desinformação ci...

. the conspiracy against Eu...

. ecce homo

. ...uma questão:

. ...epá... maior discrição...

. a era da estupidez - 5

. a era da estupidez - 4

. something for the Europea...

. behold the great anglo-sa...

. ...vive la France...

.Velharias

. Setembro 2014

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Maio 2010

. Julho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Janeiro 2009

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.tags

. todas as tags

.Anúncios














.Contagem de vítimas


Harpad© 2014